terça-feira, 1 de março de 2016

Etiquetando!

Semana passada a pessoa que me ajudava com as crianças foi embora de uma hora para outra, e foi aí que fiquei pensando como seria trabalhoso explicar para uma nova pessoa que viesse trabalhar aqui em casa onde fica cada coisa. Na verdade, nem eu mesma ainda estava me encontrando na casa, ainda mais para explicar para outra. Decidi organizar tudo! Comecei pelos armários das crianças, separando as gavetas que antes eram organizadas de outra forma, e adorei a idéia de etiquetar as gavetas.

É uma ótima solução para a pessoa nova que vier trabalhar aqui não se perder e para mim também. Agora não tenho mais que ficar pensando na hora de guardar as roupas.

Gostei tanto que vou fazer isso na casa toda!



Usei esse modelinho que tinha aqui em casa, e até que ficou bonitinho. :)



sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

New Home!

Olá pessoal! Depois de várias tentativas de retomada do blog, acho que enfim estamos de volta de vez. Tive minha segunda filha, que agora esta com 1 ano e 5 meses, e agora sobra um tempinho (ou não hahaha) para me dedicar a casa e as coisas que gosto. Também nos mudamos para uma casa, o que me fez retomar minhas experiências criativas. Quase todos os dias apronto alguma coisa na casa e vou tentar passar aqui minhas experiências.

Espero que gostem!!!

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Quesadilha de Frango

Essa receita é super fácil de fazer, e fica simplesmente maravilhosa, principalmente para aqueles dias em estamos precisando fazer compras e com poucos ingredientes na geladeira.

Ela rende 4 porções.

Refoguei 2 peitos de frango cortados em cubos na cebola e alho, e acrescentei tempero misto (comprado no mercado), salsa desidratada, orégano e 1 tablete de caldo knor. Depois 2 copos de água e deixei cozinhar até secar.

Depois de pronto, bati no processador para desfiar o frango ( e sim, dá para desfiar o frango no processador e fica perfeito), e voltei ao fogo com o frango, 4 colheres de molho de tomate, 3 colheres de requeijão, queijo parmesão e cheddar. Quem quiser, pode colocar pimenta também.

Aí é só colocar no pão folha (usei Rap 10) cortado ao meio, rechear e colocar na frigideira para esquentar.

Amei e o marido também.




Retorno ao Blog

Oi pessoal!

Saudades de escrever por aqui!

Adoro participar do blog, mas realmente a vida ficou corrida, o tempo cada vez menor, mas a saudade bateu forte e estou votando com força total.

Toda sugestão de posts será bem vinda!

Bjos e vamos com tudo!


quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Papinha Doce de Fubá com Frutas

Testei essa receita e minha filha adorou! Como ela tem uma APLV leve e ainda não pode tomar leite comum, procuro sempre criar papinha nutritivas e "fortes" , pois quem tem esse tipo de alergia, normalmente não ganho peso tão facilmente.

2 colheres de chá de fubá
1 xícara e meia de água
1 colher de sopa de Karo
1/2 maçã
1/2 banana
2 ameixas sem caroço

Cortar todas as frutas em pedaços bem pequenos e misturas com o fubá diluído na água e o Karo. Deixar ferver todos os ingredientes por aproximadamente 20 min e bater tudo no liquidificador.

Ficou uma delícia!

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Lanches para quem tem APLV

O almoço e jantar tem sido a parte mais fácil da dieta, o pior no meu caso são os lanches, que cá entre nós, são super necessários quando estamos amamentanto.

Uma das coisas que têm me salvado são esses dois lanchinhos perfeitos para quando bate uma fominha à tarde...

- Arroz doce japonês... São super práticos para carregar na bolsa, já que lanches na rua para quem tem APLV são super difíceis, e uma delícia.


- E outro lanche é uma torrada que faço com pão de forma wickibold com azeite, sal e alecrin, adoro....

Depois eu vou publicar o bolo de laranja de uma amiga, que é super fácil de fazer e bem saboroso também!

Alergia a Proteína do Leite de Vaca e a Amamentação

Minha bebê tem quase 3 meses e há mais ou menos 1 mês ela foi diagnosticada com Alergia a proteína do leite de vaca e há 1 semana a soja também... 

Confesso que amamentar e sobreviver a tantas restrições alimentares não tem sido das tarefas mais fáceis, várias vezes pensei em desistir, mas o fato dela não pegar mamadeira e eu realmente gostar de todo o processo de amamentação, fazem com que eu prossiga no meu propósito de amamentá-la por mais algum tempo.

Como tudo tem seu lado bom, eu já estou 7kg mais magra do que antes de engravidar, e tenho descoberto algumas coisas que podemos fazer para tornar essa dieta um pouco mais fácil. Então a partir de agora eu vou começar a colocar algumas dicas e receitas que tem me ajudado a encarar de forma mais gostosa essa nova fase da dieta, livre de leite, derivados de leite e soja...